Zoológico de BH registra nascimento de filhotes gêmeos de mico-leão-preto


O zoológico de Belo Horizonte deu as boas-vindas a dois novos habitantes neste mês de fevereiro: filhotes gêmeos de mico-leão-preto, uma das espécies mais raras e ameaçadas do mundo.

Símbolo da Mata Atlântica, os filhotes nascidos em BH ainda não tiveram o sexo conhecido e os nomes não foram escolhidos. Isso acontece porque, nos primeiros dias de vida dos filhotes, técnicos adaptam a rotina de cuidados para promover o mínimo de contato possível, reduzindo possíveis perturbações à família e situações de stress aos animais, que estão dedicados a cuidar da cria. 

Os jovens filhotes de mico-leão-preto nascidos no Zoo de BH devem permanecer no mesmo recinto dos pais por muito tempo, independentemente do sexo ainda a ser descoberto. Portanto, os visitantes do Jardim Zoológico de BH poderão presenciar a família convivendo em seu recinto por um longo período. 

Até que os filhotes cresçam mais um pouco, a orientação ao visitante é continuar, especialmente agora, respeitando as normas gerais de visitação consciente ao Zoo: manter o silêncio ao redor dos recintos (especialmente desta jovem família de primatas), não tentar chamar a atenção dos animais, não deixar resíduos de alimentos ou nem tentar alimentar os animais e zelar pela tranquilidade do espaço para o bem-estar de todas as espécies.

Dia do Mico-leão-preto

No dia 28 de fevereiro é comomemorado o Dia do Mico-leão-preto. Para marcar a data, a Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica preparou um conteúdo educativo disponível on-line de forma gratuita, composto de um jogo de palavras-cruzadas para download e uma ficha técnica com curiosidades e características da espécie. Clique aqui para acessar.

Fonte do link