Xixi na cama etc.



Há uma regra não escrita segundo a qual não se imaginam pessoas de certa representatividade -monges budistas, papas, missionários, almirantes, juízes, diplomatas- rebaixando-se a funções tão íntimas, como usar fio dental, aplicar desodorante, coçar-se, soltar pum ou mesmo fazer xixi. Eu não disse que não fazem isto -disse apenas que não nos compete imaginá-las fazendo. Aliás, o grau de santidade ou de autoridade de que têm de se despir para executar essas funções é de tal ordem que nem elas devem acreditar que, às vezes, precisam desempenhá-las. Para não falar na quantidade de roupas que têm de tirar -vide os repolhudos ministros do STF. 
Leia mais (05/08/2019 – 02h00)

Fonte do link

Comentários no Facebook