Votação do Colégio Eleitoral deve frear estratégia 'golpista 2.0' de Trump



Nesta segunda (14), as tentativas de Donald Trump de mudar o resultado da eleição americana encontrarão uma espécie de muro: o prazo legal para resolver queixas sobre a apuração e para que os delegados enviem seus votos para Washington. São estes votos, afinal, que decidem o nome do novo presidente dos EUA.
Leia mais (12/14/2020 – 00h02)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários