Verstappen 'fará de tudo' pelo título, diz pai; Mercedes teme 'trapaça'

Não tem faltado polêmica na semana mais tensa da Fórmula 1 em muitos anos. Nas vésperas da última corrida da temporada, a decisiva pelo título de Max Verstappen ou Lewis Hamilton, o pai do piloto holandês já avisou que seu filho “fará de tudo” em Abu Dhabi para ser campeão mundial. A Mercedes teme um final de campeonato “feio para todos”.

Em entrevista ao jornal Daily Mail – publicação britânica, do país-natal de Hamilton –, Jos Verstappen foi questionado diretamente se Max bateria de propósito em Lewis se necessário. “Não acho que isso vá acontecer”, disse o pai, ele próprio um ex-piloto, antes de deixar a resposta mais cinzenta.
“Max quer vencer, absolutamente. Ele definitivamente vai atrás disso e claramente vai tentar vencê-lo [a Hamilton]. Ele fará de tudo pela vitória, isso é certeza. Será emocionante”, completou Jos Verstappen.

O trecho “fará de tudo pela vitória” pode aumentar a pulga que os fãs de Hamilton já têm atrás da orelha, ainda mais após o caótico GP de Jeddah no último domingo (5). Depois de Verstappen frear em uma reta de forma temerária e provocar uma batida do inglês em sua traseira, a Mercedes admitiu publicamente o temor pelo desfecho do Mundial no circuito de Yas Marina.

“Espero que a corrida tenha tido repercussões suficientes para todos aprenderem e se adaptarem antes da corrida final, em Abu Dhabi”, afirmou Toto Wolff, chefe da equipe, ontem (6). “Uma pilotagem parecida poderia ser novamente penalizada em Abu Dhabi e tudo terminaria em condições muito feias para todos”, completou.

Wolff se referia justamente a como Verstappen pilotou em Jeddah. Lewis Hamilton também reclamou do rival, ainda no calor da corrida, quando apontou uma tentativa de ultrapassagem por fora da pista como “direção perigosa”. O holandês acabou punido com 15 segundos, no total, por esta manobra e pela freada na reta.

Max e Lewis chegam à última corrida da temporada empatados em pontos, o que não acontecia na Fórmula 1 desde 1974, e o piloto da Red Bull Racing tem os critérios de desempate a seu favor (uma vitória a mais). No GP de Abu Dhabi, nem é preciso fazer contas pelo título: quem chegar na frente será campeão, e Verstappen leva se os dois abandonarem. O final de semana começa nos treinos livres da sexta-feira (10), às 6h30 e às 10h (de Brasília), e a corrida está marcada às 10h de domingo (12).

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários