Um abraço ao Ibirapuera e ao canoísta que faz entregas de comida



Era para ser mais uma noite de domingo como tantas outras. Não foi, porque naquele final de semana eu trabalhei intensamente. Exausta, cedi à pressão da família para comprar comida pronta.

Gosto de cozinhar, inventar pratos, ver todos à mesa para comer, conversar, falar sobre o dia, discutir relações e mudar o mundo.

Mas aquele foi um domingo diferente. Enquanto eu trabalhava, muitas amigas e amigos foram pela manhã dar um abraço no Complexo Esportivo do Ibirapuera. Abraçar para defender um patrimônio público, manifestando assim a indignação pelo projeto de lei que acaba com uma instalação esportiva histórica.
Leia mais (12/11/2020 – 23h27)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários