Tribunal eleitoral do Piauí identifica R$ 33 milhões em pagamentos suspeitos


 
Show do milhão Relatório feito pela atual gestão do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí identificou indícios de irregularidades no pagamento a servidores da corte e a uma associação de empregados em valores que superam R$ 33 milhões. Em um caso, três funcionários aposentados receberam R$ 1,12 milhão, em dezembro de 2017, em benefícios retroativos contestados pelo Tribunal de Contas da União. 
 
Show do milhão 2 Os relatos são de pagamentos de indenizações trabalhistas que já estariam prescritas no momento do repasse e de banco de horas sem autorização orçamentária. No segundo caso, a conta seria de R$ 6,8 milhões.
 
Show do milhão 3 A atual direção do tribunal -sai em abril-afirma que “enquanto se gastava milhões com indenização de bancos de horas (…) os inúmeros cartórios eleitorais funcionavam de forma capenga”. Os achados serão publicados em relatório de transição na segunda (17).
Galeria

Protesto em Teresina (PI)

Protesto em Teresina (PI)
Manifestantes protestam em Teresina (PI)

Leia mais (02/15/2020 – 01h59)

Fonte do link