Três homens são presos em flagrante por furtos de cabos de semáforos em BH

Mais um caso de furto de cabos ocorreu em Belo Horizonte durante a madrugada desta sexta-feira (29). Desta vez, três homens foram presos em flagrante pela Guarda Civil Municipal, no Bairro Nova Granada, na Região Oeste da capital mineira. 
Segundo informações dos agentes municipais, os três suspeitos foram visualizados furtando cabos de semáforos na esquina das avenidas Silva Lobo com Barão Homem de Mello, por meio do monitoramento de imagens feitos pelas equipes do Centro de Operações de Belo Horizonte (COP-BH).
Imediatamente, viaturas da Guarda Municipal foram enviadas ao local, onde os agentes deram voz de prisão aos suspeitos. No momento, um dos envolvidos ainda estava em cima do semáforo. O trio foi conduzido para a Central de Flagrantes 3 da Polícia Civil.
Segundo a BHTrans, o semáforo está funcionando normalmente no endereço. 

Prejuízo na Grande BH

Desde o último sábado (23), o furto de cabos elétricos para venda de cobre no mercado paralelo se tornou tema em BH, após casos recentes como o do homem que teve queimaduras de segundo grau ao tentar roubar a fiação elétrica do hotel Othon Palace, no Centro de BH, e do furto de cabos que deixou a sede do Detran-MG, na Região Centro-Sul da capital, sem luz nessa segunda-feira (25).
 
 
 
Na madrugada dessa quinta-feira, o Centro de Saúde Padre Joaquim Maia, na Liberdade, também teve a fiação furtada. No entanto, mesmo remarcando consultas e exames que dependem de energia elétrica, a unidade funcionou normalmente, segundo informações da Secretaria de Saúde. 

Semáforos também são alvos 

A BHTrans informou que, em casos de furtos de cabos em semáforos, o problema é resolvido conforme o tamanho do dano, mas, geralmente, a situação é solucionada em poucas horas. Várias providências são tomadas, por exemplo, enquanto a equipe técnica faz o serviço de reparação, outro guarda apita e controla o trânsito até o semáforo funcionar novamente. 
 
Segundo dados da Instituição, os semáforos também são bastante visados pelos ladrões de cobre, e estão sendo alvos recorrentes neste começo de ano. Em 2021, quase 30 quilômetros de cabos foram furtados nos sinais de trânsito. Já nos primeiros três meses de 2022, criminoso já levaram mais de 25 quilômetros de material.
 
Se os crimes continuarem neste ritmo, a BHTrans  terminará o ano tendo que repor mais de 100 quilômetros de cabos, muito além dos cerca de 42 quilômetros de 2020, quando foi registrada a maior marca dos últimos quatro anos.
 
Para isso, de acordo com o órgão de trânsito, é muito importante que a população denuncie casos de furto no Disque-Denúncia (190), para que as providências sejam tomadas o mais rápido possível.

A BHTrans ressalta que a reposição é feita com dinheiro público, o que poderia estar sendo usado para outras finalidades, como a inclusão de placas e outros meios de sinalização na capital. 

*Estagiária sob supervisão da subeditora Jociane Morais 

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários