Tem início nesta terça-feira, em BH, a 31ª Feira Nacional de Artesanato


Tem início nesta terça-feira a 31ª Feira Nacional de Artesanato, no Expominas. Serão quase 500 stands e 2 mil participantes, tanto veteranos quanto estreantes, como a artesã Fada Guedes. Trabalhando com artesanato há três anos, ela costuma expor em eventos menores suas peças feitas em crochê – filtros de sonhos, mandalas, tapetes, sousplats entre outros produtos. “É a primeira vez que vou participar. Espero que as pessoas tenham cuidado, claro, mas que aproveitem o contato”, destaca.

Já Leonardo Bueno é do time dos veteranos. Ele, aliás, que começou a fazer peças em madeira nas horas vagas, hoje exporta a sua arte para vários países. Recentemente, um contêiner partiu rumo aos Estados Unidos levando seus trabalhos. 

“No evento, o artesão aprende que ele não é projeto social. Hoje as pessoas sabem preço de produto. Que tem o ‘quanto que custa’ e o ‘quanto que vale’. Não adianta fazer um produto e colocar o preço lá em cima: o mercado não o reconhece como artista, ele tem que crescer devagarinho. E tem o contrário também: artesãos que são verdadeiros artistas, fazem verdadeiras obras de arte e botam o preço lá embaixo. E embrulha em jornal velho, coloca em sacola velha de supermercado e te entrega. E, claro, não pode. A Feira Nacional de Artesanato ensina isso”, fina Tânia Machado, criadora e organizadora.

 

31ª Edição da Feira Nacional de Artesanato

Dias: 1º a 6 de dezembro

 Expominas (avenida Amazonas, 6.000, Gameleira)

Ingressos: de R$ 10 a R$ 50 – venda pelo https://bit.ly/36CDaqI

Entrada gratuita para menores de 12 e maiores de 60 anos (retirada antecipada pelo Sympla)

Horários da feira: 10h às 21h

Site: www.feiranacionaldeartesanato.com.br

Instagram: @feiranacionaldeartesanato

Facebook: /feiranacionaldeartesanato

 

Fonte do link