Técnicos do TCU apontam ilegalidades no edital do 5G que prevê licenças de R$ 45,6 bilhões



Pressionada, a área técnica do TCU (Tribunal de Contas da União) apontou dezenas de inconsistências e ilegalidades nas regras da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para o leilão do 5G que o ministro das Comunicações, Fábio Faria (PSD-RN), remarcou para outubro, depois de dois adiamentos por atrasos no processo.
Leia mais (08/10/2021 – 18h09)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários