'Songbird', filmado às pressas na quarentena, é um thriller dispensável



Concebido, escrito, produzido, filmado, editado e lançado desde que a primeira quarentena foi anunciada, em março do ano passado, e tendo a Covid-19 como inspiração, “Songbird” deixa evidente que é um filme oportunista e feito às pressas. O que não é necessariamente ruim. Mas há outros problemas.

A história se passa em Los Angeles, em 2024, e apresenta uma realidade ainda mais desesperadora do que a atual. O coronavírus está na versão 23, com índice de mortalidade de 56%, já dizimou 110 milhões de pessoas só nos Estados Unidos e leva só 48 horas para acabar com a vida de seu hospedeiro depois de o infectar.
Leia mais (01/05/2021 – 08h00)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários