Siga o dinheiro



O ex-juiz e futuro ministro da Justiça Sergio Moro pretende adotar como método de desbaratamento do crime organizado o mesmo processo que usou no combate à corrupção: a investigação da vida financeira dos suspeitos, o que tem levado a processo empresários, executivos de estatais, tesoureiros de partido, políticos, governadores e até presidentes da República. É a aplicação do mote “Siga o dinheiro”, tornado famoso pelo caso Watergate, a investigação nos EUA da tentativa de encobrimento de uma invasão da sede do Partido Democrata em 1972 e que provocou a renúncia do presidente Nixon. 
Leia mais (12/16/2018 – 02h00)

Fonte do link

Comentários no Facebook