Seu maior adversário é você mesmo, diz concorrente brasileiro de Desafio Sob Fogo América Latina



Se o ar condicionado não estiver ligado, estúdios de gravação podem ser lugares muito quentes. Costumam ser lugares fechados, onde o ar não circula.

Mas o calor dentro do estúdio onde é gravado o reality Desafio Sob Fogo ? América Latina, nos arredores da Cidade do México, se deve a outra razão: há algumas forjas acesas, com labaredas de impressionar.

O grupo de jornalistas de que faço parte é instruído a caminhar com cuidado pelo recinto e a não tocar em nada. É difícil controlar essa vontade: há algumas espadas fantásticas penduradas em uma parede, perfeitas para um selfie de impacto.

A segunda temporada da versão latina de um dos programas de maior audiência do canal History foi gravada em maio passado, no México, e finalmente estreia nesta quinta-feira (26), às 23 horas. Como na edição de 2018, os concorrentes vêm todos de países de língua ibérica: Argentina, México, Colômbia, Espanha e Brasil.

Em 2019, nosso representante é o gaúcho Daniel Jobim, com 41 anos de idade e 13 de cutelaria, que chega à competição com uma responsabilidade de peso: repetir a façanha de seu conterrâneo Tom Silva, o vencedor do ano passado.
Leia mais (09/26/2019 – 10h00)

Fonte do link