Servidores pedem retratação de vereador após vídeo de cães mortos viralizar

Os servidores do Centro de Referência de Vigilância em Saúde Ambiental (Crevisa) querem retratação do vereador de Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas, Flávio Marra (Patriota), por "calúnia, difamação e injúria".

A nota de repúdio foi emitida nesta quarta-feira (27/4), nove dias após viralizar vídeo feito pelo parlamentar de cães mortos dentro de um freezer.
Na nota, enviada pela assessoria de comunicação da prefeitura, os servidores repudiaram o que chamaram de "ações negativas, sensacionalistas e extremistas do vereador" por "usar a causa animal e, principalmente o Crevisa, como palanque eleitoral e para incitar a população contra os servidores".
Eles alegam que Marra invadiu para fotografar sem permissão do órgão público, os animais eutanasiados no Crevisa. A eutanásia teria sido realizada por responsável técnico (médico veterinário devidamente inscrito no CRMV), seguido da autorização dos proprietários, que apresentavam doenças incompatíveis com a qualidade de vida que um animal merece.  
"Este trabalho segue a Lei nº 14.228/2021 que veda a eliminação da vida de cães e de gatos pelos órgãos de controle de zoonoses, canis públicos e estabelecimentos oficiais congêneres, com exceção da eutanásia nos casos de males, doenças graves ou enfermidades infectocontagiosas incuráveis que coloquem em risco a saúde humana e a de outros animais”, alegam em nota.
A lei vai de encontro ao que o Conselho Federal de Medina Veterinária (CFMV) defende: o fim de interferências políticas nas Unidades de Vigilância de Zoonoses (UVZ). 
"Uma vez que os profissionais estão no seu pleno exercício da função e não estão em nenhum dos casos agindo contra a Lei acima citada, o vereador está usando de má fé junto à população para denegrir a imagem dos servidores municipais em um ataque feroz. Os servidores exigem também uma retratação do vereador por calúnia, difamação e injúria".

O vídeo dos cães mortos no freezer

A filmagem foi feita pelo vereador no dia 18 de abril. Um boletim de ocorrência foi registrado pela Polícia Militar de Meio Ambiente. O vereador alegou que alguns animais estavam sem identificação e laudos sem assinatura do veterinário responsável. Ao todo, 13 cachorros estavam no freezer.
Sem citar nomes, Marra acusou os profissionais de matarem os cães: “Por isso que a gente não traz cachorro para o Crevisa. Olha que absurdo. Quando vocês me ligam, eu falo que estão matando cachorro aqui, e estão matando mesmo”.
 
Em contato com o vereador, na noite desta quarta-feira (27/4), ele limitou-se a dizer que não irá se retratar por fazer e denunciar a "coisa certa".

"Estão matando cachorros lá", reafirmou. Disse também que vai falar sobre a nota de repúdio durante pronunciamento na Câmara, nesta quinta-feira (28/4).

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários