Sem protocolo geral, abre e fecha prolonga isolamento e aprofunda crise

Há duas semanas, o governo do Ceará foi um dos primeiros a tentar relaxar a política de isolamento social no país, liberando algumas atividades não essenciais. A decisão durou menos de três horas e foi revogada.

Na quinta (16), o estado informou que 100% dos leitos de UTIs do sistema público estavam lotados. Há fila de espera, e a previsão é que haja 250 mortos ao dia a partir de maio.

Com Fortaleza transformada em um dos epicentros da Covid-19 e os casos se alastrando para o interior, o estado precisará decidir novamente nesta segunda (20) o que fazer com o isolamento.
Leia mais (04/19/2020 – 01h00)

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

dez − dois =