Sem leitos de UTI, pacientes esperam vaga dentro de ambulâncias em Natal



O avanço da Covid-19 no Nordeste tem gerado colapso no sistema de saúde. Faltam leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em várias cidades para atender pacientes graves.

Sem vagas nos hospitais públicos e privados, doentes infectados pelo novo coronavírus são obrigados a esperar por algumas horas dentro de ambulâncias.

Uma paciente de 93 anos aguardou seis horas na manhã desta quinta-feira (25) antes de ser transferida para um hospital particular de Natal.

O Rio Grande do Norte atingiu o maior número de pessoas internadas desde o início da pandemia. A governadora Fátima Bezerra (PT) informou que os pacientes estão sendo levados da capital e da região metropolitana para os municípios de Mossoró, Caicó e Pau dos Ferros. O transporte é feito de avião.

“Indago a vocês, vamos deixar o colapso chegar a todo o estado?”, questionou a governadora durante reunião com prefeitos e secretários de saúde municipais do Rio Grande do Norte.
Leia mais (02/26/2021 – 12h55)

Fonte do link