Se Brasil quer ser economia de mercado, tem que ter preços de mercado, diz presidente da Petrobras

Um dia após anunciar o maior lucro trimestral da história das companhias abertas brasileiras, o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, defendeu o alinhamento dos preços dos combustíveis ao mercado internacional e rebateu falas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que o criticou por fazer home office durante a pandemia.

Castello Branco foi demitido por Bolsonaro na última sexta (19), diante de insatisfações com reajustes nos preços dos combustíveis, mas fica no cargo até que o conselho de administração da companhia aprove a nomeação de seu sucessor, o general Joaquim Silva e Luna.
Leia mais (02/25/2021 – 11h21)

Fonte do link