Santa Luzia restringe academias, cultos, missas e velórios devido ao coronavírus


Em pronunciamento feito na tarde desta quarta-feira (18), o prefeito de Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte, Delegado Christiano Xavier, anunciou medidas emergenciais para evitar a transmissão do novo coronavírus na cidade, que, até o momento, não teve casos confirmados.

Entre as normas, estão: proibição de feiras livres; academias de ginástica com apenas 10 alunos por vez; eventos públicos ou particulares, missas, cultos e similares com aglomeração de pessoas, só pode ser realizado com no máximo 100 pessoas e seja ao ar livre; entre outros.

Além disso, os velórios estão restringidos a 10 pessoas por vez, assim como casamentos, aniversários e outros eventos similares.

“Estamos soltando normativas e serviços de reforço em todas as unidades de saúde do município e abrindo até dia 2 de abril 50 leitos de retaguarda no Hospital São João de Deus para amenizar toda essa situação que se agravará mais ainda por causa da época de outras doenças, como a dengue”, disse o prefeito.

“Também anteciparemos para próxima semana a vacinação dos idosos, separando por locais adequados de atendimento. Façam sua parte e fiquem todos que possíveis em completo isolamento social! Eu, como Prefeito de Santa Luzia e demais pares, estaremos a postos para cumprirmos nosso papel de servidores públicos”, concluiu Xavier.

Minas Gerais já registrou 19 casos de coronavírus, segundo o último boletim da Secretaria de Estado de Saúde (SES). Santa Luzia tem dois pacientes com suspeita da doença.

Fonte do link