Reunião de Bolsonaro com ex-chefe da PF no Rio não foi colocada na agenda oficial do presidente



Sigilo A reunião feita por Jair Bolsonaro com o ex-chefe da PF do Rio Carlos Henrique Oliveira, antes de ele assumir a superintendência do estado no ano passado, não apareceu na agenda do presidente. Como mostrou o Painel, a existência da conversa, fora do padrão, é mais um elemento que revela a excessiva preocupação de Bolsonaro o local.

Outra vez A Polícia Federal fez uma apresentação sobre o relatório do inquérito da facada de Adélio Bispo em Bolsonaro nesta quinta ao novo ministro da Justiça, André Mendonça. O caso é um dos principais conflitos entre PF e o presidente, que rejeita qualquer conclusão que não seja a que ele quer, de que achem um mandante. A investigação tem mais de 1.900 páginas.
Leia mais (05/14/2020 – 23h15)

Fonte do link