Restaurantes elevam pressão no governo por corte de jornada e salário

O presidente da Abrasel, associação de bares e restaurantes, Paulo Solmucci, enviou um comunicado aos associados da entidade nesta quarta (14) reportando o resultado de uma reunião que teve nesta semana com o presidente Bolsonaro e o ministro da Economia Paulo Guedes.

Aos donos de bares e restaurantes que estão ansiosos pelo corte de jornada e salário, Solmucci disse que o encontro deixou claro que, para a liberação do programa, é preciso aprovar o PLN 2 do Orçamento, projeto de lei do Congresso, mas o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco lhe telefonou garantindo que a Casa deve votar até a próxima terça (20).

“O ministro Paulo Guedes disse que, assim que aprovasse isso, ele solta a medida provisória em um ou dois dias. Me disse isso textualmente ontem na frente do presidente. E agora, acabei de receber a ligação do senador Rodrigo Pacheco garantindo que até terça-feira, no máximo, está votado e aprovado”, afirma Solmucci.
Leia mais (04/15/2021 – 15h12)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários