Regina Duarte deixa o comando da Cultura depois de semanas de fritura



O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou nesta quarta-feira (20) em suas redes sociais que a atriz Regina Duarte deixará a Secretaria Especial da Cultura de seu governo. O ator Mário Frias, que almoçou com o presidente e sua equipe na terça, é um dos cotados para o cargo.

Há menos de três meses no comando da Cultura, a atriz, que rompeu um contrato de 50 anos com a Globo para fazer parte da gestão de Bolsonaro, assumirá agora a Cinemateca Brasileira, em São Paulo.

“Regina Duarte relatou que sente falta de sua família, mas para que ela possa continuar contribuindo com o governo e a cultura Brasileira assumirá, em alguns dias, a Cinemateca em São Paulo. Nos próximos dias, durante a transição, será mostrado o trabalho já realizado nos últimos 60 dias”, escreveu o presidente em suas redes sociais.
Leia mais (05/20/2020 – 10h05)

Fonte do link