Região dos condomínios e Vila da Serra lideram casos de coronavírus em Nova Lima


A prefeitura de Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, registrou até esta terça-feira (26) 132 casos confirmados de coronavírus na cidade. Desses, 91 (cerca de 69%) são de moradores das regiões do Vila da Serra – que também abrange o bairro Vale do Sereno – e dos condomínios.

O próprio bairro Vila da Serra lidera, disparado, o ranking de maior número de infectados, com 45 casos diagnosticados. Em seguida, vem:

Vale dos Cristais (Condomínios): 9 casos
Bosque da Ribeira (Condomínios): 8 casos
Vale do Sereno (Vila da Serra): 5 casos
Jardim Canadá (Noroeste): 5 casos
Village Terrasse (Condomínios): 4 casos
Vila Alpina (Condomínios): 4 casos
Alphaville (Noroeste) 4 casos

De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde, a faixa etária com mais pessoas infectadas é entre 30 e 49 anos. Ao todo, 72 enfermos são do sexo masculino e 60 do feminino.

Desses casos confirmados, 10,62% tinham alguma comorbidade como asma, doença cardiovascular, hipertensão e doença neurológica. 26,52% das vítimas não tinham complicações de saúde e o restante não foi informado tais condições.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES), Nova Lima é a nona cidade com mais casos de coronavírus em Minas Gerais, atrás de Belo Horizonte (1.491), Uberlândia (601), Juiz de Fora (519), Barbacena (236), Contagem (161), Ubereba (154), Divinópolis (152) e Governador Valadares (136). O município vizinho à capital ainda possui outros 874 casos sob investigação.

Flexibilização

No dia 5 de maio, o prefeito Vitor Penido (DEM) permitiu, por meio de decreto, a flexibilização da abertura dos comércios. Com novas normas em vigor, restaurantes voltaram a ter autorização para receber seus clientes no período das 11h às 15h. Porém, a reportagem de O TEMPO flagrou diversos estabelecimentos e clientes no bairro Vila da Serra descumprindo medidas de prevenção.

Após isso, o uma liminar do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) suspendeu a reabertura do comércio e o afrouxamento das medidas de isolamento social no município.

Fonte do link