Queremos vacinar funcionários, diz empresário

Anfitrião do encontro que reuniu nesta semana nomes como Abilio Diniz, Flavio Rocha e Luiz Carlos Trabuco com os presidentes da Câmara, Arthur Lira, e do Senado, Rodrigo Pacheco, o empresário Washington Cinel diz que o foco do setor privado agora é vacinar os funcionários. Ele defende ideia semelhante à da dupla Luciano Hang e Carlos Wizard, mas seria preciso alterar a lei que permite aos empresários comprar vacinas desde que as doses sejam doadas ao SUS.

“O que nós não queremos é ir para o plano de vacinação. Queremos vacinar direto. Esse é o objetivo, porque, se vai para o plano, aí entra na burocracia novamente. O grande lance é a gente começar a vacinar, porque o objetivo é vacina. Tudo é muito moroso. O objetivo é acelerar isso”, diz Cinel, que tem negócios em diferentes setores como Gocil, de segurança, e Broto Legal, de alimentos.

Para Cinel, a escassez não seria um problema. “Não é que não tem vacina. O objetivo é deixar a gente procurar. Eu tenho condições de pegar dois ou três empresários e trazer um bom número de vacinas para os funcionários, familiares deles e outras coisas mais. Agora, a gente fica: ?não tem vacina?. Aí atrasa. É liberar para que a gente possa agir”, ele afirma.
Leia mais (03/24/2021 – 23h15)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários