Progresso humano em tempos sombrios



No interessante livro da historiadora Barbara Tuchman sobre a eclosão da Primeira Guerra Mundial, “The Guns of August”, a invasão do território da Bélgica pela Alemanha, desrespeitando sua neutralidade, é descrita com tintas carregadas. Como alguns civis participaram de atos contra o invasor, em muitas aldeias, os homens foram reunidos nas praças e mortos sem piedade. Nesse ponto, a autora comenta a surpresa de cronistas da época com o que lhes parecia um retrocesso no “progresso humano”, que acreditavam ser a marca do século que se iniciava, depois das sangrentas guerras do século 19.
Leia mais (04/24/2020 – 01h00)

Fonte do link

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

13 − um =