Post engana ao dizer que prefeito de SP proibiu hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19



Uma publicação com informações falsas sobre o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), viralizou no Twitter e no Facebook nesta semana. Um dos perfis é de uma usuária que usa o apelido de “Tubaína Paschoal” e uma foto da deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP). No post, ela afirma que Covas “deixou muita gente morrer a míngua (sic) ao proibir a hidroxicloroquina”, mas que o prefeito teria usado o medicamento para tratar a Covid-19 quando foi infectado. A outra postagem, com o mesmo texto, é de uma conta que usa a foto, o nome e se descreve como uma “homenagem” ao general reformado Augusto Heleno, ministro do Gabinete de Segurança Institucional do Planalto, no Facebook.
Leia mais (06/26/2020 – 20h38)

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

4 × 3 =