Portugal vai facilitar concessão de nacionalidade a bebês de imigrantes e a estrangeiros



Portugal vai facilitar a concessão de nacionalidade para bebês com pais imigrantes e também para estrangeiros, casados ou em união estável, que tenham filhos com cidadãos portugueses.

O país, que tem uma das taxas de natalidade mais baixas da Europa, vem progressivamente ampliando o acesso à sua cidadania. Desde 2013, anualmente já há mais “novos portugueses” através de atribuições de nacionalidade do que pela via de nascimento.

Pelas mudanças agora anunciadas, e que ainda precisam ser aprovadas pelo Parlamento, crianças nascidas em território português e que sejam filhas de imigrantes com pelo menos um ano de residência legal no país terão direito imediato à nacionalidade. Desde 2018, o prazo mínimo exigido é de dois anos. Em 2015, era de cinco anos.
Leia mais (05/13/2020 – 20h15)

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

5 + 16 =