Polícia Civil abre inquérito para investigar assalto na Câmara de Betim


A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar o assalto ocorrido na madrugada desse domingo (4), na Câmara Municipal de Betim, na região metropolitana. Segundo a PC, uma equipe da perícia técnica já esteve no local para fazer os primeiros levantamentos. 

Até o momento, não houve a divulgação de informações sobre os suspeitos de cometer o crime . Os objetos roubados também não foram recuperados ainda. 

“Um inquérito foi instaurado para apurar a autoria, bem como apurar a localização dos objetos subtraídos. Mais informações serão repassadas em momento oportuno”, informou a Polícia Civil em nota.

Os bandidos que roubaram a sede do Legislativo betinense estavam usando máscara e boné. Eles rederam o vigia e levaram três armas de fogo, 30 munições, coletes à prova de balas e crachás usados pelos vigilantes. Todo esse material ficava em um cofre que foi arrombado pelos criminosos. 

“De acordo com a determinação da Polícia Federal, as armas e coletes usados por empresas terceirizadas de vigilância armada devem ficar no estabelecimento em que prestam o serviço e devem ser devidamente guardadas em locais apropriados, de acordo com as normas estipuladas na legislação (Lei 7.102/83). Informamos que a sala cofre da Câmara Municipal de Betim cumpre todas as exigências”, informou o Legislativo em nota. 

Ainda de acordo com a nota oficial da Câmara, todas as informações e imagens do circuito interno de vigilância foram repassadas para a Polícia Militar para que seja feita a investigação.

(com Flávia Jardim)

 

Fonte do link