Pobres serão mais afetados, diz presidente da Abiplast sobre proibição de plástico

Circular?A indústria do plástico já reage contra a lei que proíbe o fornecimento de produtos descartáveis em estabelecimentos comerciais da cidade de São Paulo. José Ricardo Roriz Coelho, presidente da Abiplast, associação que representa o setor, diz que a medida vai contra a economia circular, que prevê reciclagem.
 
De plástico?Na opinião dele, os pobres serão mais prejudicados. “Pessoal que está na periferia, no hospital, nos bares de estrada, vai gastar mais com detergente e copo?”, questiona. “Supermercado dava sacola de graça. Agora todo mundo paga e ninguém fala disso. Agora o problema ambiental não existe”, ironiza.
 
Não mais?Na segunda (13), o prefeito Bruno Covas sanciona a lei que proíbe o fornecimento de copos, pratos, talheres e agitadores para bebidas feitos de plástico a clientes de hotéis, restaurantes, bares e padarias.
Galeria

Canudos de plástico são banidos em 8 estados e no DF

Canudos de plástico são banidos em 8 estados e no DF
Alternativas mais sustentáveis ganham espaço no país

Leia mais (01/13/2020 – 02h30)

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

dois × cinco =