'Peço desculpas', diz deputado que quebrou placa sobre Dia da Consciência Negra na Câmara



Após o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados aprovar na quinta-feira (26) a continuidade do processo disciplinar contra ele, o deputado Coronel Tadeu (PSL-SP) pediu desculpa por ter quebrado, em 2019, uma placa com charge de uma exposição em homenagem ao Dia da Consciência.

O deputado foi parar no Conselho após o Partido dos Trabalhadores (PT) representar com ele pela quebra do cartunista Latuff. A peça mostrava um policial com uma arma nas mãos se afastando após atirar em um jovem algemado. À época, a atitude foi rechaçada por diversos parlamentares e pelo próprio cartunista.

“Peço desculpas em ter excedido em minhas atitudes”, diz agora o deputado.

Ao se desculpar, Coronel Tadeu afirma que se excedeu pelo fato da charge associar a Polícia Militar, corporação da qual ele faz parte, ao genocídio de negros. Para ele, seria cruel generalizar que a polícia é violenta. “E aqui repito, excedi no meu comportamento, mas destaco que erros referentes às atividades profissionais não podem ser generalizadas”, diz ele.
Leia mais (02/26/2021 – 09h57)

Fonte do link