Parentalidade no olho do furacão



Nunca houve um tempo no qual ter filhos fosse simples e livre de angústias. O que muda com cada época são as condições e respostas próprias para enfrentar o desafio. Entre as gerações de sociedades tradicionais da África subsaariana, por exemplo, o hábito é que as avós assumam imediatamente o cuidado com o recém-nascido, reduzindo o contato entre a mãe e o bebê ao ato de amamentar. Isso permite que a geração anterior amortize a novidade a partir da experiência dos mais velhos. Só quando se tornar avó essa mulher terá com os netos a experiência que costumamos ter como mães em nossa cultura. É como se a maternidade pulasse uma geração para ser vivida como a conhecemos entre nós.
Leia mais (12/06/2021 – 15h19)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários