Pare (mesmo) de acreditar no governo

0
2
Gostou do post?



Bruno Garschagen, o assessor do (até agora) ministro Ricardo Vélez exonerado pela Casa Civil, tem ao menos uma qualidade: a capacidade de produzir uma autocrítica devastadora, ainda que involuntária. “Quando os antissocialistas mimetizam a mentalidade e a ação política do inimigo, tornam-se o espelho da perfídia”, escreveu o “olavete” num artigo de jornal velho de quase dois anos. Seria preciso acrescentar que, quando tentam utilizar o poder de Estado para escrever uma “história oficial”, os autointitulados liberais revelam a sua face autoritária e antiliberal.
Leia mais (04/06/2019 – 02h00)

Fonte do link

Comentários no Facebook