Parcerias ajudam escolas a ampliar currículo para implementar novo ensino médio



Escolas particulares de São Paulo fecham parcerias com outras instituições e contratam novos docentes para diversificar o currículo e atender a exigências da reforma do ensino médio que entra em vigor no próximo ano.

Aprovada em 2017, a diretriz prevê que as mudanças comecem a ser aplicadas para os estudantes do 1º ano e avance gradualmente até 2024.

A reforma aumenta a carga horária mínima obrigatória de 2.400 para 3.000 horas ao longo dos três anos e a divide em dois blocos: 60% deve ser para o currículo geral básico e 40% para itinerários formativos específicos, a escolha dos estudantes.
Leia mais (09/11/2021 – 10h00)

Fonte do link

Compartilhe: