Palavra de Deus


Com a palavra, José Flavio Almeida Gomes de Deus. “A Almeida Gomes Seguros nasceu há 36 anos, com minha mãe, Ângela Almeida Gomes. O mercado era muito restrito, dependia de reuniões infindáveis e muito papel. Convencer o brasileiro da necessidade do seguro de vida era uma missão árdua”. O brasileiro e principalmente o mineiro ainda são muito desconfiados, mas nada como os inseguros novos tempos.

Flávio, pelo jeito, nada mais seguro que o mercado de seguros!  Contra fatos… Abrimos escritório no Rio de Janeiro, especializamo-nos em diversas carteiras, como o seguro para obras de arte, joias e antiguidades; seguro anti-sequestro, jamais visto por aqui, mas comum nos Estados, onde seguro é “pão com manteiga”. Assim, abrimos também em Miami

Então, o seguro também é uma arte? E como! Atuamos nas três Américas, atendendo museus, instituições governamentais e diversos seguimentos. Nossos resseguradores nos Estados Unidos e Europa oferecem coberturas diversificadas, garantindo produtos de primeiro mundo.

O seguro morreu de velho, mas não de Covid-19… As seguradoras demonstraram bastante resiliência face à Covid-19. A maioria excluiu de suas apólices de seguro de vida o que diz respeito à crise sanitária, epidemia, pandemia e afins, ou seja, antes as mortes ocorridas durante uma crise sanitária não eram previstas como indenizáveis, agora são.

Rápido assim? Os prêmios de seguro foram postergados. O segurado pode atrasar suas mensalidades sem perder direito à cobertura, sem cobrança de multa e/ou de juros.

E o seguro viagem, numa época difícil de viajar? Nunca houve corrida tão grande por ele, o brasileiro finalmente se conscientizou que, de todos os bens, a vida e a saúde são os mais preciosos. Assim, passou a consumir em demasia seguros de vida e de viagem. Mas a maioria das operadoras de seguro viagem não oferecem cobertura para o tratamento da Covid-19.

Como funciona, então? Só para exames de Covid-19, deixando a cargo dos governos locais o tratamento. Atenção! A “Assist Card”, uma das maiores no mundo, é das poucas que oferecem tratamento para a Covid-19.

Com esta especificidade, houve queda ou equilíbrio nas receitas? As seguradoras perderam receita nos demais ramos, como “property”, “casualty” e etc., mas viram a receita da carteira de seguros de vida crescer em patamares nunca vistos.

O tal do “digital” também ficou mais “seguro” e forte? Sim. Na Almeida Gomes, o cliente contrata suas apólices por telefone, WhatsApp ou e-mail. Assina propostas e documentos “online”, realiza pagamentos via “links”, cartão de crédito ou boletos. Recebe apólice e cartão digital por e-mail. Nada mais presencialmente.

É a “nuvem” nada passageira, que veio para ficar? Colocamos um canal de atendimento especifico para dúvidas em relação às coberturas securitárias na pandemia. Nosso “staff” opera remotamente e 100% “home office”. Adequamos nossos sistemas; tudo na nuvem, 100% digital, inclusive o sistema de telefonia, onde as ligações são direcionadas para casa dos nossos funcionários. Novos tempos, o mundo acorda finalmente para a era digital.

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários