Os laços que queremos

0
8
Gostou do post?



Um colega de escola, que você não via há anos, te localiza nas redes sociais e convida para uma reunião na casa dele. Entre curioso e nostálgico você chega para o encontro e descobre que, por trás da recepção, o intuito real é conseguir compradores para os produtos da empresa que ele representa. Essa é a típica situação na qual nos vemos reduzidos a consumidores e na qual a maior virtude que o “amigo” é capaz de reconhecer em nós é o poder aquisitivo. Laço típico dos nossos tempos, que entende o “networking” como supra sumo das relações sociais, confunde afeto com “likes” e amigos com seguidores na internet.
Leia mais (05/14/2019 – 02h00)

Fonte do link

COMPARTILHAR

Comentários no Facebook