Operação da Guarda Municipal fecha lojas irregulares no Barreiro, em BH


A Guarda Municipal de Belo Horizonte realizou uma operação na região do Barreiro, neste sábado (9), para averiguar o funcionamento de estabelecimentos comerciais. Segundo a corporação, 13 foram fechados por operar de maneira irregular. Ainda, como não houve resistência por parte dos responsáveis, não foi necessário o recolhimento de seus alvarás de funcionamento.

A operação, que realizou 167 abordagens, aconteceu nas imediações da Praça da Febem e no Centro Comercial do Barreiro de Baixo. A fiscalização ocorreu em consonância às normas vigentes na capital mineira quanto ao funcionamento do comércio, que sofreu uma série de restrições com o decreto municipal 17.304, do dia 20 de março.

As abordagens da Guarda Municipal têm acontecido desde então com patrulhas preventivas de rotina ou com base em denúncias recebidas pelos canais da Prefeitura de Belo Horizonte (pelo telefone 156 ou pela ouvidoria).

Segundo a Guarda Municipal, do dia 20 de março, data do primeiro decreto, até essa sexta (8), foram realizadas 20.196 abordagens de orientação a estabelecimentos comerciais, empresas e pessoas físicas em espaços públicos de BH. Nesse mesmo período, um total de 45 alvarás de funcionamento foram recolhidos, todos de estabelecimentos que desrespeitaram as regras vigentes com os decretos municipais.

Além disso, outras 5.665 visitas foram realizadas a comércios dos chamados serviços essenciais especialmente após o dia 22 de abril, quando o decreto municipal 17.332 tornou obrigatório o uso de máscaras e impôs restrições ao acesso dos clientes a estabelecimentos comerciais.

Fonte do link