ONU diz que viés racista em algoritmos pode reforçar discriminação



Especialistas da ONU (Organização das Nações Unidas) fizeram um alerta, nesta quinta (26), sobre os algoritmos de inteligência artificial utilizados para reconhecimento facial e controles policiais. Eles dizem que essas ferramentas podem reforçar discriminações raciais e que países devem estar alertas.
Leia mais (11/26/2020 – 20h02)

Fonte do link