Ônibus intermunicipais já circulam nesta terça (17/8) com preços mais caros



Os ônibus coletivos que fazem viagens intermunicipais em Minas Gerais circulam a partir desta terça-feira (17/8) já com novos preços das passagens. O reajuste no valor foi autorizado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra).
 
Segundo a Seinfra, a passagem de menor valor passou de R$3,50 para R$3,70, como por exemplo a rota entre Matozinhos e Pedro Leopoldo. A de maior valor passou de R$315,10 para R$ 333,50, no trecho Uberaba/Montes Claros, isso sem custos de embarque e pedágio.
 
Ainda de acordo com a Seinfra, as linhas operadas com veículos rodoviários terão reajuste médio de 5,82%, enquanto os serviços que são operados com veículos urbanos terão a correção média de 3,55%. 
 
A Seinfra ressalta que os valores da tabela estabelecem o patamar máximo que poderá ser cobrado e, conforme estabelecido na Resolução nº 22/2018, as concessionárias que prestam serviço de transporte coletivo rodoviário intermunicipal estão autorizadas a adotar tarifas promocionais em horários específicos, não sendo obrigatória a oferta da promoção em todas as poltronas de uma mesma viagem.
 
O reajuste anual está previsto nos Decretos nº 47.767 e 44.603 e no contrato de concessão para a prestação do serviço. No ano passado, em função da pandemia de COVID-19, ele não foi colocado em prática.
 
De acordo com o órgão, a atualização das tarifas "visa à correção da defasagem dos valores ocorridos nos 12 meses antecedentes, considerando a variação dos preços dos insumos, tais como combustíveis, peças de reposição, manutenção, depreciação do veículo, tributos, remuneração da mão de obra, entre outros".
 
O Sistema Intermunicipal de Transporte abrange ônibus que circulam entre a capital e as cidades do interior e também as rotas entre cidades mineiras. No total, o sistema conta com uma frota de 3.570 veículos, que atualmente atendem a uma média mensal de 2,9 milhões de passageiros.
 

*Estagiária sob supervisão do subeditor Frederico Teixeira

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários