ONG aponta abusos contra população fronteiriça na Venezuela

[ad_1]

Casas invadidas sem ordem judicial, famílias inteiras arrastadas a descampados onde foram executadas, fugas noturnas por medo de ataques aéreos, torturas. Este pesadelo tem feito parte dos habitantes do departamento (estado) de Apure, na Venezuela, próximo à fronteira da Colômbia, desde o último dia 21 de março. As denúncias fazem parte de um relatório elaborado pela ONG Human Rights Watch e divulgado nesta segunda-feira (26).
Leia mais (04/26/2021 – 01h00)

Fonte do link

[uam_ad id="6960"]