O Último Guardião, série turca da Netflix, tem boa produção e roteiro tolo

0
6
Gostou do post?



Um rapaz comum é capturado por uma sociedade secreta, que lhe informa sua verdadeira identidade: ele faz parte de uma longa linha de guardiães de um tesouro, e precisará dedicar sua vida a esta missão.

Parece a trama central de “O Sétimo Guardião”, a novela de Aguinaldo Silva que ocupa atualmente a faixa das 21h na Globo. Mas também é a premissa da primeira série original da Netflix rodada na Turquia, que chegou a ter seu título no Brasil anunciado como “O Protetor de Istambul”. Ciente da semelhança entre a novela e a série, a plataforma mudou o nome desta última para “O Último Guardião”.

Quem só conhece a produção televisiva da Turquia através dos folhetins exibidos pela Band vai se surpreender. “O Último Guardião” tem direção, fotografia e acabamento muito mais esmerados. Mas derrapa nas atuações e, principalmente, no roteiro.

Baseada em um best-seller muito popular no país, “O Último Guardião” é protagonizada por Hakan (o bonitão Çagatay Ulusoy, que estrelou a versão turca da série americana “The OC”) , um sujeito que trabalha com o pai em uma loja de antiguidades no Grande Bazar de Istambul. Sua vida vira de cabeça para baixo quando uma misteriosa camisa que seu pai mantém na loja é disputada pelos capangas de um poderoso empresário.
Leia mais (01/11/2019 – 12h00)

Fonte do link

Comentários no Facebook