O mal existe em forma de pessoa?



O mal pode estar personificado em quem comete crimes como o massacre ocorrido na escola Raul Brasil, em Suzano (SP)? Uma opinião corrente diz que não; haveria uma sequência de fatos até a carnificina, iniciada por chacotas dirigidas a um dos futuros assassinos. Atingido e vulnerável, ele abandonou seus estudos e cultivou ódio reativo. Canalizou sua ira para destruir pessoas adaptadas àquele universo que lhe era hostil e fugiu em suicídio. Sob esse raciocínio, se alguma instituição tivesse dado suporte a ele em tempo hábil, o massacre nem seria planejado. Os agressores, portanto, seriam vítimas do contexto que os direcionaram para a violência.
Leia mais (03/22/2019 – 02h00)

Fonte do link

Comentários no Facebook