O Brasil fica na Europa?



?A Europa mostra sinais de recuperação. Três semanas após o pico epidêmico, neste verão atípico, marcado pelo estrago causado pelo coronavírus, as autoridades sanitárias iniciaram a flexibilização do isolamento. Pouco a pouco os salões de beleza, bares e restaurantes são reabertos com distanciamento social restrito, porte de máscaras obrigatório e diminuição do número de clientes para que se evite todo tipo de aglomeração. Mesmo assim, são preocupantes os novos casos de COVID-19 que pipocam por lá.

No início do ano, o Brasil teve três semanas de avanço em relação à Europa para preparar a chegada do coronavírus. Grande esforço foi seriamente despendido pelo então ministro da Saúde, atrasando o aumento das infecções e preservando inúmeras vidas através de medidas não farmacológicas.

Foi um momento fundamental, pois deu fôlego para a construção de hospitais de campanha e aliviou leitos de enfermaria e de UTIs. Mas este afinco foi em vão.
Leia mais (07/05/2020 – 20h00)

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

três − 2 =