Número de mortes em decorrência da chuva vai a 53 em Minas Gerais


Cinquenta e três. Esse é o número de pessoas que já morreram devido a desastres ocasionados pelas chuvas dos últimos dias em Minas Gerais.

Segundo a Defesa Civil do estado, são 52 mortes confirmadas até esta terça-feira (28), porém, de acordo com informações obtidas por O TEMPO junto às prefeituras municipais, um homem morreu em Coronel Fabriciano, no Vale do Aço, após ser levado pela inundação.

As mortes ocorreram em:

Belo Horizonte (13)
Betim (6)
Ibirité (5)
Luisburgo (5)
Alto Caparaó (4)
Alto Jequitibá (3)
Pedra Bonita (3)
Simonésia (3)
Contagem (2)
Coronel Fabriciano (1)
Carangola (1)
Divino (1)
Divinópolis (2)
Manhuaçu (1)
Olhos D’Água (1)
Santa Margarida (1)
Tocantins (1)

Um total de 42 pessoas vieram à óbito por causa de soterramento, desmoronamento ou desabamento; nove foram arrastados pela água; e duas vítimas se afogaram.

Outras 11 pessoas morreram desde o início do período chuvoso, em outubro, em Minas Gerais, segundo a Defesa Civil de Minas Gerais. Um homem continua desaparecido em Conselheiro Lafaiete, na região Central.

Entre a última sexta-feira (24) e esta terça-feira (28), 28.893 ainda estão desalojadas, 4.397 desabrigadas e 65 se feriram por causa dos desastres causados pelas chuvas.

A Defesa Civil Nacional reconheceu situação de emergência, nesta terça-feira (28), em mais 54 municípios de Minas Gerais em decorrência das chuvas dos últimos dias. Com isso, já são 101 cidades que se encontram nesse estado.

Fonte do link