No limite, temos diários



Salva uma ou outra escala imprevista, este é o texto de número 200 que escrevo neste espaço de Turismo nesta Folha. Um número precioso, maior até que o de países que existem no nosso modesto planeta.

Esta conta não é mesquinha. Evoco-a agora porque em 2013, o ano em que comecei com esta coluna, pensava em escrever uma crônica sobre cada país que eu havia visitado, na época, pouco mais de cem.

É pouco provável que hoje eu teria chegado aos 195 hoje contabilizados -193 mais o Vaticano e a Palestina. A pandemia interrompeu minha contagem em 114 nações, um placar que será retomado logo depois da minha segunda Astrazeneca, em setembro.
Leia mais (06/23/2021 – 23h15)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários