Não existe geração perdida na educação



Segundo filho de uma família de 13 irmãos, José foi alfabetizado aos sete anos por um primo de seu pai e por uma tia. Aos dez anos foi matriculado no grupo escolar do pequeno povoado de Buritizal, em Minas Gerais. Com o falecimento da única professora da cidade, interrompeu os estudos no 2º ano. Retornou à escola aos 15 anos e terminou o 3º ano. Aos 22 anos mudou-se para São Paulo. O ano era o de 1947 e seu objetivo, o de terminar os estudos. Entre o trabalho e o supletivo, concluiu o ensino médio. Aos 28 anos de idade, ingressou na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, onde se tornou livre-docente aos 43. José Afonso da Silva é um dos maiores juristas brasileiros e um exemplo de que é possível aprender sempre.
Leia mais (07/29/2021 – 18h01)

Fonte do link

Compartilhe:

Comentários