Mulher vai a ginecologista e é assediada durante consulta em hospital de BH


O que deveria ser uma consulta médica acabou se tornando caso de polícia. Uma jovem de 22 anos foi assediada pelo médico ginecologista durante o atendimento na tarde desta quarta-feira (27).

“Ele falou ‘que periquitinha quente’ enquanto fazia o exame. Fiquei sem reação”, relatou a jovem. Ao fim da consulta, ele teria tentado beijar a jovem à força.

Segundo ela, a consulta seria para verificar o DIU recém colocado, mas desde a chegada no consultório o médico já teria feito provocações.

“Ele disse que eu era a crush dele, que tinha rolado uma química entre nós”, acrescentou a jovem.

O caso foi encaminhado à Divisão Especializado em Atendimento à Mulher, ao Idoso, à pessoa com deficiência e Vítimas de Intolerância (Demid).

Histórico de assédio

Este não teria sido o primeiro abuso cometido pelo médico.

Uma funcionária do hospital onde ele trabalha comentou na delegacia que outras pacientes teriam reclamado da conduta do médico, mas nenhuma teria levado o caso até a polícia.

Em um site especializado em cadastro médico, uma mulher teria pedido referências sobre o homem. Uma outra afirmou que não teria gostado do atendimento pois teria sido abusada.

Fonte do link