Mulher com suspeita de varíola dos macacos relata sofrimento em vídeo

Um vídeo feito por uma moradora de Itaguaí, no Rio de Janeiro, que está sob suspeita de ter contraído a varíola dos macacos, viralizou nesta terça-feira (21) após ela relatar o sofrimento com os sintomas da doença. “Essas bolhas não param de doer”, disse a mulher, que não teve a identidade divulgada. Até agora, o Brasil tem nove casos confirmados, cinco deles em São Paulo. 

“Como vocês podem ver o meu rosto, está bem agressivo, com glândulas, no meu corpo, nessa região (pescoço) e nas costas. Lá (no hospital) eu fiquei em uma sala, me atenderam super bem, a equipe se prontificou a me tirar do meio da população porque é transmissível sim (…) Estou com muitas dores, febre, dor de cabeça, no corpo e essas bolhas não param de doer”, alertou a moradora.

Confira o vídeo: 

Em suas redes sociais, a Prefeitura de Itaguaí informou que a paciente foi atendida no Hospital São Francisco Xavier. “Ela foi avaliada e orientada a permanecer em isolamento domiciliar sendo monitorada. Informamos que o caso dessa paciente, que tem residência em Itaguaí, já está em investigação e todas as medidas de contenção e controle foram adotadas”, completou o município. 

A cidade afirmou ainda que as autoridades de saúde estaduais já foram comunicadas oficialmente e que o Instituto Oswaldo Cruz fará a análise do diagnóstico da doença. 

Segundo o Instituto Butantan, o período de incubação da varíola do macaco é geralmente de seis a 13 dias, mas pode variar de cinco a 21 dias. Assim como ocorre com o coronavírus, o tratamento da varíola do macaco também requer isolamento de 21 dias, com o paciente sob observação médica.

Quais são os sintomas da varíola dos macacos?

Os sintomas iniciais da varíola do macaco incluem febre, dor de cabeça, dores musculares, dores nas costas, linfonodos inchados, calafrios e exaustão. Lesões na pele se desenvolvem primeiramente no rosto e depois se espalham para outras partes do corpo, incluindo os genitais. As lesões na pele parecem as da catapora ou da sífilis até formarem uma crosta, que depois cai.

Os sintomas da varíola dos macacos podem ser leves ou graves, e as lesões na pele podem ser pruriginosas ou dolorosas.



Fonte do link

Compartilhe:

Comentários