MPF dá a entender que Goiás vai adotar cloroquina, mas secretário estadual nega



Após reunião com representantes do governo de Goiás na quinta (4), o MPF no estado publicou uma nota em que diz que a gestão Ronaldo Caiado (DEM) se comprometeu a revisar seus protocolos de atendimento para Covid-19.

Como o MPF-GO tem divulgado nos últimos dias nota técnica que defende cloroquina, médicos que defendem esses remédios sem eficácia passaram a comemorar a suposta adoção do “tratamento precoce” em Goiás.

A secretaria de Saúde nega, no entanto. “Em nenhum momento foi falado de atualização incluindo uso de medicamento que não tem nenhum tipo de validação científica e que tem contraindicação pela Sociedade Brasileira de Infectologia”, diz Ismael Alexandrino, titular da pasta.
Leia mais (03/06/2021 – 23h15)

Fonte do link