Motorista de aplicativo é localizado em Contagem após quatro dias em cativeiro


Um motorista de aplicativo de 30 anos foi localizado neste sábado (28) em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, após ter sido sequestrado e mantido em cativeiro por quatro dias. A ocorrência foi atendida de forma conjunta pela Guarda Municipal das duas cidades.

O motorista contou aos guardas que, na última terça-feira (24), pegou três passageiros no centro da capital e os levou para o aglomerado Frigo Diniz, no bairro Cidade Industrial, em Contagem. No local, três homens armados aguardavam o carro e renderam o motorista.

“Nesse mesmo dia, eles mandaram o motorista dirigir para eles e levá-los para alguns lugares. Depois disso, o trancaram dentro de um quarto e, a todo momento, ficavam fazendo ameaças, falando para ele não gritar. Ordenaram que ele tirasse a roupa toda e vestisse só um short”, conta o guarda municipal Darlison Alberto, de Belo Horizonte. O motorista disse que os sequestradores o alimentaram durante o cativeiro.

“No sábado, um desses marginais, não sei se por medo ou dó, ajudou a vítima a fugir”, afirma o guarda.

O motorista foi encontrado pela Guarda Municipal de Contagem próximo ao aglomerado. Bastante atordoado, ele contou aos agentes o que tinha acontecido e informou o endereço da casa dele, no centro da capital. A Guarda Municipal de Belo Horizonte foi acionada e se dirigiu ao local indicado.

“Em contato com a mãe do motorista, ela disse que ele estava fora de casa desde terça-feira, mas não suspeitou de nada e não deu queixa do veículo nem de desaparecimento do filho, pois já era de costume ele sair para trabalhar e ficar dois, três dias fora, ela já estava acostumada. Quando olhava no aplicativo do rastreador do veículo, via o carro em movimento e achava que o filho estava trabalhando”, explica o guarda Darlison Alberto. “Foi quando falamos para ela que ele tinha sido sequestrado”, conta.

A Guarda Municipal de Contagem localizou o veículo roubado, um Celta, no aglomerado, e o motorista foi levado para a casa da família. Até o momento, ninguém foi preso.

Fonte do link

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

13 − três =