Modelos de pele mais escura têm dificuldade de conseguir trabalho, diz dono de agência

A falta de representatividade nos comerciais também afeta modelos de pele mais escura, que têm mais dificuldade de conseguir trabalho e recebem, na maioria casos, salários mais baixos, segundo Helder Dias, dono da HDA.

“As de tonalidade clara trabalham muito mais. Alguns clientes dizem para não mandar negras retintas. Pedem estilo Camila Pitanga ou Taís Araújo”, diz ele, cuja agência é especializada em modelos negros.

Segundo a representante interina da ONU Mulheres Brasil, Ana Carolina Querino, essa classificação dos negros de acordo com o tom de pele é mais uma das muitas formas de racismo. “Quanto mais próximo do fenótipo branco, com nariz e lábios mais finos, mais possibilidades a pessoa tem. Isso passa uma falsa sensação de que cresceu a diversidade.”
Leia mais (10/06/2019 – 02h00)

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here