Ministério só vai recomendar cloroquina quando houver evidência de eficácia, diz Teich



O ministro da Saúde, Nelson Teich, disse nesta quinta-feira (23) que a decisão do CFM (Conselho Federal de Medicina) que libera os médicos a prescreverem cloroquina, inclusive para casos leves de Covid-19 e uso domiciliar, não representa uma recomendação do Ministério da Saúde.

Segundo ele, a pasta deve liberar o uso do medicamento apenas quando houver evidência clara de que o medicamento funciona.

“Permitir o uso a critério do médico não representa uma recomendação do Ministério da Saúde. A recomendação vai acontecer no dia em que tivermos uma evidência clara de que o medicamento funciona”, disse ele, que frisou que o parecer traz uma “autorização”.
Leia mais (04/23/2020 – 18h57)

Fonte do link

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

vinte − 12 =