Minas joga bem, vence Praia e conquista título do Mineiro de vôlei

0
2
Minas joga bem, vence Praia e conquista título do Mineiro de vôlei
Gostou do post?


A final do Campeonato Mineiro Feminino de Vôlei foi jogada em alto nível, na noite desta quarta-feira, em Belo Horizonte, com dois dos grandes favoritos aos principais títulos da temporada: Minas Tênis Clube e Dentil Praia Clube. Só que o Minas estava mais entrosado, mais concentrado e contou com as grandes atuações de Gabi, Bruna Honório e Carol Gattaz para conquistar o bicampeonato estadual em cima do Praia, assim como tinha ocorrido no ano passado.

O atual campeão da Superliga abusou dos erros, acusou a falta de entrosamento da levantadora norte-americana Carli Lloyd com o resto da equipe e foi dominada na maior parte do jogo pelo clube da capital, que venceu por 3 sets a 0, com parciais de 25/20, 25/23 e 25/21, no ginásio da rua da Bahia. Por conta da qualidade das duas equipes e da rivalidade, esperava-se um duelo mais acirrado, com disputa de cinco sets, porém a atuação instável dos visitantes contribuíram para a boa vitória minastenista.

Agora, o Minas intensifica a preparação para a Superliga feminina, com a estreia, fora de casa, contra o BRB Brasília, no dia 16 de novembro. Já o clube de Uberlândia quer a reabilitação e conquistar o seu primeiro título da temporada. No sábado (10), em Fortaleza, o Praia encara o Osasco-SP, campeão da Copa do Brasil, em jogo único da Supercopa Feminina 2018. O clube mineiro disputa o título por ser o atual campeão da Superliga.

O JOGO. O Minas começou o primeiro set jogando melhor, contando ainda com quatro erros do Praia para assumir a dianteira do placar e marcar 7 a 4. O time de Uberlândia até diminuiu o número de erros, mas as minastenistas aumentaram a vantagem para cinco pontos (13 a 8) com uma grande atuação de Gabi. O atual campeão da Superliga não deixou por menos. O ataque melhorou e a ponteira Ellen e a central Fabi comandaram a reação, reduzindo a diferença para um ponto (14 a 13).

O duelo, então, se equilibrou e, com dois erros de ataque do Minas, o Praia empatou em 17 a 17. O bloqueio funcionou e com ponteira Gabi inspirada (9 pontos no set), as donas da casa abriram 21 a 18, conseguiram administrar a vantagem e, com um erro de ataque da ponteira Ellen, fecharam o primeiro set por 25 a 20.

Assim como na primeira parcial, as visitantes iniciaram errando muito no segundo set. Além disso, o Minas contou com a central Mara e com a ponteira Gabi para abrir 10 a 7. O Minas, no entanto, se desequilibrou e, com dois erros de levantamento e um ataque para fora de Gabi, o Praia cresceu e deixou tudo igual: 11 a 11.

As visitantes conseguiram anular as principais armas do rival e, com destaque para a central Fabi, a oposta Fawcett e a ponteira Ellen, viraram e abriram três pontos na frente: 18 a 15. Com uma sequência de saques viagem da oposta Bruna Honório, dois pontos de Carol Gattaz e um ace de Gabi, o Minas virou para 22 a 21, levando o ginásio do delírio. Quando estava 23 a 23, a ponteira Michelle Pavão sacou para fora. O Minas então conseguiu um ace na jogada seguinte e fechou o segundo set por 25 a 23.

O Minas voltou arrasador no terceiro set e, com um ataque potente, assumiu a dianteira do placar. Os erros do Praia persistiram, o que contribuiu para a vantagem do clube de BH por 13 a 8. O técnico Paulo Coco tentou melhorar a sua força ofensiva, colocando a ponteira Rosamaria a oposta Ana Paula. As mudanças surtiram efeito e as visitantes reagiram, deixando tudo igual 18 a 18.

As donas da casa voltaram a mostrar um melhor volume de jogo e, com um bloqueio de Bruna Honório e um erro de ataque de Rosamaria, abriram 22 a 19. O Praia pareceter sentido o baque e não conseguiu reagir. Com um ataque de Carol Gattaz, o Minas venceu o terceiro set por 25 a 21 e o jogo por 3 seta a 0.

DISPUTA DO TERCEIRO LUGAR

Na partida preliminar da grande final, o BRB Brasília, que disputa a elite da Superliga feminina, não teve dificuldades para dominar o jovem time do Lavras Vôlei. O clube do Distrito Federal conquistou o terceiro lugar do Campeonato Mineiro Feminino ao vencer a equipe mineira por 3 sets a 0, com parciais de 25/15, 25/17 e 25/21, na noite desta quarta-feira, na Arena do Minas em Belo Horizonte.

Convidadas, as brasilienses aceitaram o desafio por enfrentar rivais como Minas e Praia, clubes favoritos nas principais competições da temporada. Assim, o Brasília conseguiu uma preparação de alto nível e pôde avaliar em qual estágio a equipe se encontra. Já o Lavras veio em busca de experiência, já que conta com atletas muito jovens e que ainda estão em formação.

O JOGO. O Lavras até conseguia iniciar bem os sets disputados. No entanto, a oscilação, os erros e a inexperiência da equipe pesaram. O BRB Brasília, que está em outro nível de competitividade e com atletas mais experientes, se impôs e não encontrou dificuldades para dominar todas as parciais. O primeiro set foi o mais rápido e tranquilo, com 25 a 15 no placar.

No segundo set, as mineiras tiveram bons momentos, principalmente com ataques de Jheovana, mas nada que fizesse frente ao bom volume de jogo das rivais. Novodomínio e nova vitória do Brasília, por 25 a 17. No terceiro e decisivo set, a história se repetiu: o Lavras começou bem, caiu de produção e viu o rival dominar e disparar no placar. Com 25 a 21 no marcador, as brasilienses fecharam o jogo em 3 sets a 0 e ficaram com o terceiro lugar.

Fonte do link

COMPARTILHAR